Seja Bem Vindo (a) ao
Portal de Notícias de Cedro PE. Hoje é
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------PORTAL na web Fan page on Facebook Youtube Channel Inscreve-se
...........................................................................................................................................

Prefeito de Cedro segue confiante pela vitória de Paulo Câmara

O prefeito de Cedro, Josenildo Leite Soares (PSB), voltou a falar sobre a confiança da vitória no primeiro turno do candidato do PSB ao governo do estado, Paulo Câmara. Neguinho não tem dúvida de que no fim prevalecerá a experiência e a capacidade do socialista, a seu ver muito mais preparado para governar Pernambuco.
“Não vamos descansar. Até o dia cinco nós iremos mostrar a nossa força pela continuidade do legado de Eduardo Campos. No dia cinco vamos comemorar muito a vitória de Paulo Câmara, líder de responsabilidade que sabe encarar e resolver as situações mais difíceis em nosso estado", disse o gestor.

Nesta semana, reta final da eleição, o gestor reforça
ainda mais a campanha do candidato socialista tanto na zona rural quanto na cidade. A confiança de Neguinho também se dá pelo crescimento nas pesquisas de intenção de voto, em relação ao adversário Armando Monteiro Neto (PTB). Paulo Câmara tem 43% e Armando Monteiro, 34%, aponta pesquisa do Data Folha divulgada na última sexta-feira (26). Na simulação do segundo turno, Paulo  tem 45% e Armando Monteiro (PTB) 39%.

...........................................................................................................................................

Eleições 2014: o que é permitido e o que é proibido no dia da votação

 Urnas biométricas

Em cumprimento a legislação eleitoral, nos dias 5 de outubro, dia em que será realizado o primeiro turno das Eleições Gerais 2014, e 26 de outubro, o segundo (caso haja), os eleitores, cabos eleitorais e candidatos devem seguir a uma série de normas e procedimentos que visam a garantia do exercício democrático do voto.

Nesses dias a legislação proíbe a manifestação de preferência coletiva por candidato, partido ou coligação, com uso de bandeira e vestuário padronizado. Também fica proibido o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, a divulgação de qualquer espécie de propaganda de candidato, partido político ou coligação, a arregimentação de eleitores - a popular “boca de urna” - e o fornecimento de alimentação e transporte a eleitores por candidatos ou partidos políticos.

No momento do voto é proibido portar aparelho celular ou de radiocomunicação, câmeras fotográficas ou filmadoras, ou qualquer outro instrumento capaz de violar o sigilo do voto nas cabines de votação. Caso o eleitor esteja de posse de algum desses equipamentos deve deixá-los sob a guarda dos mesários de sua seção eleitoral.

A manifestação de preferência por candidato, partido ou coligação com uso de bandeiras, broches e adesivos de forma silenciosa e individual no dia das eleições é permitida. O eleitor pode também anotar os números dos candidatos ( “cola eleitoral ”) para levar à urna eletrônica.

A adoção ou não da Lei Seca no dia do pleito é de responsabilidade do governo estadual (Secretaria de Segurança Pública) em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral de cada estado.