• Escola José Inácio Leite manifesta doloroso pesar pelo falecimento do jovem Damião Lopes

  • Confira a entrevista do vice-prefeito Vavá de Nezinho à Rádio Portal FM 104,9

  • Português que fugiu da Inglaterra após estuprar jovem é preso em PE

  • quarta-feira, 18 de maio de 2016

    Realizada no dia 12 de abril de 2015, a eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cedro-PE foi anulada este mês pela Justiça do Trabalho. O pleito foi vencido por um candidato apoiado pelo prefeito Josenildo Leite. Segundo a chapa da oposição, o processo eleitoral foi realizado de forma fraudulenta e totalmente errada.

    “Estamos aqui pra anunciar que a Justiça não compactuou com os malfeitos e anulou a eleição do sindicato, comprovando tudo que já havíamos dito anteriormente: uma eleição desmoralizada, com compra de votos, carteiras quitadas e feitas de ultima hora, vários funcionários públicos, comerciantes e pessoas que não eram associadas ao sindicato, tendo votado no dia da eleição, além da interferência do prefeito numa eleição que era dos agricultores”, ressaltaram os membros da chapa da oposição em nota enviada para a nossa redação.

    O processo eleitoral foi anulado pelo Juiz Adalberto Barreira Neto, titular do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região. Foi determinada a imediata destituição da diretoria eleita no ano passado, passando o sindicato a ser administrado imediatamente pela Fetape durante o prazo de 150 dias, período em que deve ser feito um recadastramento e convocada nova eleição.

    Alvinho Patriota

    Justiça do Trabalho anula eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cedro-PE

    Publicado em  5/18/2016  |  in  Cedro  |  Leia Mais»


    Começam na segunda-feira (23) as inscrições no concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O processo seletivo visa preencher 65 vagas de níveis técnico e superior em todo o estado.

    Os interessados têm até o dia 16 de junho para se inscrever nosite da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para o certame, que realizará as provas em 17 de julho. A taxa de inscrição varia de R$ 60 a R$ 85, de acordo com o cargo. Das 65 vagas, dez são para pessoas com deficiência.

    Do total de vagas oferecidas, 24 delas são referentes a dois cargos de nível superior. Para concorrer à função de Analista de Saneamento, com vencimentos de R$ 7.480, os candidatos devem ter formação em geologia, química ou engenharias ambiental, florestal, de produção, mecânica e de telecomunicações. Já o cargo de Analista de Gestão, com remuneração de R$ 5.343,03, inclui vagas para advogado, administrador de banco de dados, biólogo, contador, economista e médico do trabalho.

    As 41 vagas de nível médio técnico são para o cargo de Assistente de Saneamento e Gestão, destinadas aos profissionais das áreas de tecnologia da informação e técnicos em segurança do trabalho, eletrônica, eletrotécnica, química e saneamento. Os salários iniciais são de R$ 1.844,51.

    Os funcionários da Compesa também recebem benefícios como vale-alimentação (R$ 594 mensais), previdência privada, auxílio-educação, plano de saúde e plano odontológico (opcionais). São oferecidas ainda Participação nos Resultados e progressões salariais por mérito e por antiguidade.

    A taxa de inscrição custa R$ 85 para Analista de Saneamento, R$ 70 para o de Analista de Gestão e R$ 60 para o de Assistente de Saneamento e Gestão. No dia 17 de julho, as provas do concurso público da Compesa acontecem em dois turnos. Pela manhã, das 8h às 12h, responderão às questões os candidatos às vagas de nível superior. Já à tarde, das 14h40 às 18h30, são aplicadas as provas para os cargos de nível médico técnico. (G1)

    Concurso da Compesa oferece 65 vagas para níveis superior e técnico

    Publicado em  5/18/2016  |  in  Pernambuco  |  Leia Mais»



    O presidente interino Michel Temer toma café da manhã nesta quarta-feira com senadores dos partidos da base aliada, no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência. O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, também participa da reunião. 

    Nos últimos dois dias, essa é a segunda reunião do peemedebista com parlamentares aliados para discutir as prioridades do governo no Congresso Nacional. Na terça, Temer recebeu no Palácio do Planalto os líderes dos partidos aliados na Câmara.

    Ao final do encontro, Geddel, que é responsável pela interlocução do Planalto com o Congresso Nacional, disse que Temer ainda não definiu quem serão os líderes do governo na Câmara e no Senado.

    No entanto, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) confirmou nesta quarta-feira ao Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real da Agência Estado) que André Moura (PSC-SE) foi escolhido para ser o líder do governo Michel Temer na Câmara. Segundo o peemedebista, a decisão foi tomada durante a madrugada. 

    No Senado, os nomes cotados para liderança do Senado são os das senadoras Ana Amélia (PP-RS), Simone Tebet (PMDB-MS) e o do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES).


    Temer reúne-se com senadores aliados no Palácio do Jaburu

    Publicado em  5/18/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»



    A presidente afastada Dilma Rousseff manifestou confiança a seus apoiadores de que teria condições de retornar ao cargo ao final do processo de impeachment. Dilma ofereceu um jantar no Palácio da Alvorada aos senadores que votaram contra seu afastamento na noite dessa terça-feira. O senador Humberto Costa (PT-PE), que liderava o governo dela na Casa, afirmou que há esperança de reverter votos e evitar que se atinja a marca de 54 votos pelo afastamento definitivo. Na semana passada, foram 55 os senadores que votaram pela admissibilidade do processo.

    Nessa próxima fase do processo há a possibilidade da defesa e de parlamentares pedirem elementos de prova, como depoimentos, documentos e até perícias. No dia 1º de junho deve ser entregue a defesa da presidente e a ideia dos governistas é que a Frente Brasil Popular, que reúne movimentos sociais que apoiam Dilma, convoque manifestações para esse dia.

    O esforço dos aliados de Dilma será sobre um grupo de senadores que se manifestou a favor da admissibilidade do processo mas ainda se diz indeciso quanto à votação final. A expectativa é que novas polêmicas em relação ao governo Temer ajudem nesse diálogo. Dilma elencou aos parlamentares presentes no jantar como críticas ao presidente interino o fato de políticas nas áreas de direitos humanos e cultura terem perdido expressão no novo governo com a extinção de ministérios que cuidavam dessas áreas.

    O Globo


    Dilma acredita que reverterá votos no Senado, diz ex-líder do governo

    Publicado em  5/18/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»

    terça-feira, 17 de maio de 2016



    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello liberou para julgamento uma ação que discute a obrigatoriedade de a Câmara dos Deputados ter que dar seguimento ao processo de impeachment do presidente interino Michel Temer (PMDB).

    Agora, cabe ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, marcar a data da sessão que vai discutir o caso. Em abril, Marco Aurélio concedeu uma liminar (decisão provisória) determinando que fosse instalada uma comissão especial da Câmara para discutir o afastamento de Temer, então vice-presidente.

    Numa manobra acertada por líderes partidários, a comissão ainda não foi instalada porque nem todas as legendas indicaram representantes. O processo de impeachment de Temer foi apresentado pelo advogado Mariel Márley Marra e chegou ao STF porque foi arquivado na época pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) - que foi afastado pelo STF do mandato e da presidência da Câmara- sob a justificativa de que não existiam elementos de que o vice cometeu crime de responsabilidade.

    O advogado alega que o vice-presidente cometeu crime de responsabilidade e teria atentado contra a lei orçamentária ao assinar decretos autorizando a abertura de crédito suplementar sem autorização do Congresso. As irregularidades são as mesmas que motivam o atual pedido de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, em discussão no Senado.

    BBC

    Ministro libera para STF ação sobre impeachment de Michel Temer

    Publicado em  5/17/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»


    Centenas de pessoas se reuniram na manhã de ontem (16) na Igreja da Matriz, em Cedro, para prestar uma última homenagem ao estudante Damião Lopes, de 13 anos. Ele morreu na noite desta sexta-feira (13) na cidade de Petrolina, onde estava internado há sete dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital dos Traumas. O jovem caiu de um cavalo no sábado (07) no Sítio Pé do Alto, na zona rural de Cedro. Na queda, ele teve traumatismo craniano, que resultou em morte cerebral. 

    Antes de seguir para a Igreja da Matriz, o corpo de Damião foi recebido sob forte aplauso e muitas lágrimas na Escola Municipal José Inácio Leite. Ele estudava o sétimo ano. O momento de homenagens contou com a presença da diretora Marly Vasconcelos, professores, funcionários, alunos, pais, familiares, o prefeito Josenildo Leite Soares, a primeira-dama Marly Quental, o vaqueiro Lando de Constancio, o presidente da Câmara de Vereadores, Nana Martins, além de outras autoridades. 

    Por meio de textos-homenagem, estudantes lembram a vida de Damião, “um aluno competente, brincalhão e amigo, que deixará saudades”. Em outro momento, os participantes deram as mãos em um gesto de solidariedade e oração, ao som das canções 'Ave Maria Sertaneja', de Luiz Gonzaga, e Amigos Pela Fé, de Anjos de Resgate, entoadas pelo cantor cedrense Carlos Dornelis. Um crucifixo, uma flor, uniforme e um boné (vaquejada) foram colocados sobre o caixão.

    Na última sexta-feira (13), após a confirmação clínica do falecimento de Damião, a família autorizou a doação dos órgãos. "Uma decisão exemplar", disse o prefeito Josenildo Leite Soares durante discurso. “A família tomou uma decisão exemplar, pois o coraçãozinho de Damião está pulsando neste momento em outra pessoa. Ele permanece vivo entre nós, permanece vivo também diante de Deus". 

    O rapazinho que queria ser vaqueiro conquistou a simpatia da vaqueirama e amantes das atividades sertanejas. "Ele tinha vocação de ser vaqueiro, que foi interrompido por uma queda de cavalo. Só Deus sabe dos obstáculos que nós temos pela frente. Deus quis assim", disse Lando. "Era um bom menino. Deus reserva um bom lugar para ele", completa o vereador Nana Martins.

    A direção escolar, assim como seu corpo docente, alunos e todos os funcionários prestaram prestaram condolências aos familiares, amigos e colegas desse jovem que "marcou sua passagem pela EMJIL com dedicação e alegre convivência".

    Dezenas de cavaleiros prestaram uma homenagem com uma cavalgada, com direito a carro de som, saindo da referida escola até a Igreja da Matriz, onde foi realizada celebração de corpo presente. O locutor cedrense Aureliano, popular Amarelão, conduziu o desfile, dando voz a despedida. "Nossa casa fora de casa é a vaquejada. Sempre estamos unidos. Nessa semana, durante uma vaquejada em Serrita, fizemos uma homenagem a ele [Damião Lopes], uma corrente de oração", relata.

    Na Igreja, centenas de pessoas formaram filas para se despedir do garoto e prestar solidariedade à família. Regis Lopes, mãe de Damião e Rayany Lopes, estava muito abalada. Mesmo em um momento difícil, o gesto de generosidade da família salvou a vida de outras crianças, que estavam na fila do transplante, orando por um milagre. “Um herói de verdade nunca morre”, disse um parente. 

    Damião foi sepultado sob fortes aplausos no fim da manhã no Cemitério Público São José. 


    "Se um dia eu sair do meu sertão, resolver viajar para distante e por la vou mim lembrar todo estante das perneiras, do chapéu, e do gibão, do chicote,da exporá e o facão,a corda e a lascada, do cavalo galope a passada, da cacimba do açude e o barreiro, Se um dia eu deixar de ser vaqueiro vou chorar com saudade da boiada". Vaquejada e Vida de Vaqueiro.



    Homenagens e comoção marcam despedida do estudante Damião Lopes

    Publicado em  5/17/2016  |  in  Cedro  |  Leia Mais»

    segunda-feira, 16 de maio de 2016


    O presidente interino, Michel Temer (PMDB), convidou as maiores centrais sindicais do País para um encontro no Palácio do Planalto nesta segunda-feira (16).

    As entidades reagiram de forma negativa diante das declarações dos ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Eliseu Padilha (Casa Civil) sobre a possibilidade de o governo adotar idade mínima para a aposentadoria ou aumentar o tempo de contribuição previdenciária.

    O deputado Paulinho da Força (SD-SP), líder da Força Sindical e um dos principais articuladores do impeachment de Dilma Rousseff na Câmara, afirmou na sexta-feira (13) que as ideias de Meirelles para a Previdência eram "estapafúrdias". "É inaceitável porque prejudica quem ingressa mais cedo no mercado de trabalho, ou seja, a maioria dos trabalhadores", diz nota da Força assinada pelo deputado.

    Do encontro, marcado para as 15h, devem participar -além de Temer, Meirelles, Padilha e do ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho)- representantes da Força, da UGT (União Geral dos Trabalhadores), da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e da Nova Central.

    A CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), ligadas ao PT e ao PC do B, respectivamente, não confirmaram presença.

    Segundo auxiliares, diante da reação negativa às primeiras declarações de seu governo sobre o tema, Temer se apressou para tentar fechar um acordo com as entidades antes de levar uma proposta ao Congresso Nacional.

    Antes de se reunir com as centrais, o presidente interino deve ter um encontro com Meirelles para combinar o discurso da reunião e fechar os nomes da equipe econômica. 

    Folha Express

    Temer se reúne com centrais sindicais para discutir reforma da Previdência

    Publicado em  5/16/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»


    O presidente interino, Michel Temer (PMDB), disse em entrevista ao programa "Fantástico", da TV Globo, na noite deste domingo (15) que não será candidato à reeleição em 2018. Temer disse que a pergunta era "complicada", mas ao final negou a candidatura. Segundo ele, esta decisão permite que ele não pratique gestos e atos focados em uma nova eleição. 

    "Não é a minha intenção [ser candidato]. Aliás, não é a minha intenção, e é a minha negativa. Eu estou negando a possibilidade de uma eventual reeleição, até porque isso me dá maior tranquilidade, eu não preciso praticar gestos ou atos conducentes a uma eventual reeleição. Eu posso ser até - digamos assim - impopular, mas desde que produza benefícios para o país, para mim é suficiente", declarou o peemedebista.

    A entrevista foi acompanhada de panelaços em várias capitais. Temer admitiu sua impopularidade, mas ressaltou que tem "legitimidade constitucional" para estar no cargo, além de longa trajetória política. "Fui eleito com ela [Dilma]. Os votos que Dilma recebeu, recebi também", disse o presidente interino, referindo-se à sua colega de chapa na reeleição de 2014. "O PMDB também trouxe muitos votos a Dilma."

    "Reconheço que não tenho inserção popular. Só terei se produzir efeitos benéficos para o país", disse ele.

    Na entrevista, concedida no Palácio do Jaburu, em Brasília, Temer reforçou o seu discurso de que pretende fazer com que o Brasil se equilibre economicamente, politicamente e eticamente. Em um recado ao PT, que disse que fará oposição forte ao governo liderado pelo presidente interino, Temer afirmou que o país precisa de pacificação e unificação, e isso inclui todos os partidos políticos, empregadores e trabalhadores. Ele chegou a dizer que vê como possível a possibilidade de esta pacificação incluir o PT, e citou a presidente afastada Dilma Rousseff. "Uma coisa é o impedimento, outra é o não reconhecimento de alguém que presidiu o país", disse.

    Veja:



    Temer diz que não será candidato à reeleição em 2018

    Publicado em  5/16/2016  |  in    |  Leia Mais»


    Na noite da última sexta-feira (13), apenas dois dias após o afastamento provisório, pela decisão do Senado, da presidenta eleita Dilma Rousseff, boa parte dos maiores jornais do mundo repercutiam negativamente o impeachment da petista e, principalmente, a formação do governo do vice-presidente Michel Temer (PMDB).

    Ignorando, até então, o golpismo e os interesses que permeiam o processo de afastamento de Dilma, a GloboNews foi obrigada, até pelo alcance das informações nas redes, a noticiar a repercussão internacional negativa que estava posta com a formação de um governo composto apenas por homens, brancos e, principalmente, apoiado e formado por figuras com forte envolvimento com corrupção.

    A missão ficou à cargo de Jorge Pontual, correspondente da emissora em Nova Iorque (EUA). Ao tratar do que estavam dizendo os jornais europeus sobre a formação de um ministério totalmente branco, masculino e sem representantes de minorias, o jornalista mostra claro incomodo e nervosismo. Quando noticia, então, o editorial do The New York Times que sai em defesa da presidenta eleita Dilma e diz que o problema da corrupção pode piorar com seu afastamento, pontual chega a gaguejar.

    Nas redes sociais, o vídeo viralizou e foi ironizado por internautas.

    “Gaguejou, gaguejou, mas teve que ler tudinho o que está no noticiário internacional! Bem feito!”, disse uma usuária do Facebook.
    Assista.

    O nervosismo de Pontual, da GloboNews, ao falar sobre repercussão internacional negativa do golpe

    Publicado em  5/16/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»


    Português foragido da Inglaterra por estupro de adolescente foi preso em Pernambuco (Foto: Divulgação/PF)

    Um português foragido da Justiça da Inglaterra e procurado pela polícia em todo o mundo por estupro de uma adolescente foi preso em Pernambuco. A ação, realizada na quarta-feira (11), em Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, teve a participação de agentes da Polícia Federal, que atuam em parceria com a polícia internacional, a Interpol. O estrangeiro, em conversa informal com os policiais, negou o crime e alegou que o ato sexual teve consentimento da jovem.

    Segundo informações repassadas pelo governo da Inglaterra, em 2010, o português praticou ato libidinoso com uma menor de 14 anos. Por isso, foi condenado, em 2013, a 11 anos de reclusão por estupro de vulnerável. O fato, de acordo com o governo inglês, ocorreu no dia 6 de dezembro e acabou sendo revelado a partir do depoimento de um psicólogo.

    O profissional acionou a polícia e informou ter atendido uma adolescente que contou a seguinte história: ela conheceu um homem, pela internet, que dizia ter 15 anos de idade. Ao marcar um encontro, de acordo com o relato do psicólogo, a jovem descobriu que estava se relacionando com um adulto. A adolescente contou ao profissional que entrou no carro do português, onde ocorreu o ato libidinoso.

    O estrangeiro chegou ao Brasil em 2012. Na época, no país europeu, respondia ao processo em liberdade. Ao perceber que seria condenado e teria a prisão decretada, fugiu do Reino Unido para o Brasil. Ele tem 44 anos e casou com uma pernambucana. Vive em situação legal e era considerado pela Interpol um caso de alerta vermelho. Ou seja, exigia prioridade. 

    A partir de informações da Europa, os agentes da PF em Pernambuco cruzaram dados e localizaram a residência do português. Para capturar o estrangeiro, a Justiça da Inglaterra enviou ao Brasil um pedido de prisão e extradição. O Ministério da Justiça concordou e o caso chegou ao Supremo Tribunal federal (STF). No dia 26 de abril deste ano, o ministro Gilmar Mendes determinou o cumprimento do mandado de prisão. 

    A captura do português foi comunicada aos consulados da Inglaterra e de Portugal. Em seguida, a polícia levou o estrangeiro para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, área central do Recife, para a realização de exame de corpo de delito. Ele está no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana, onde vai aguardar os trâmites legais para a extradição para a Inglaterra.

    Este é o primeiro estrangeiro preso, este ano, pela Polícia Federal no Recife, nestas circunstâncias. No ano passado, foram três casos de capturas de pessoas procuradas ao redor do mundo pela Interpol.

    G1

    Português que fugiu da Inglaterra após estuprar jovem é preso em PE

    Publicado em  5/16/2016  |  in  Pernambuco  |  Leia Mais»

    About-Privacy Policy-Contact us
    Copyright © 2013 Portal Cedro . Blogger Template by Bloggertheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top